Novo reservatório do Rau será inaugurado neste sábado (9)

O Samae, autarquia da Prefeitura de Jaraguá do Sul, entrega à comunidade mais uma importante obra concluída por meio do Plano de Ampliação de Saneamento (PAS). Trata-se do Reservatório de Água Potável R6, localizado na Rua Gustavo Barroso, no Morro do Picolli (Rau) e, ao mesmo tempo, será inaugurada a pavimentação da rua que dá acesso ao local. A inauguração está marcada para o próximo sábado (9), às 9h, com as presenças do prefeito Antídio Aleixo Lunelli, do presidente do Samae, Ademir Izidoro, e convidados.

Para Ademir Izidoro, este reservatório representa um aumento na capacidade de reservação de água potável e vai auxiliar significativamente o abastecimento na região do Reservatório R4 (Estrada Nova), ou seja, Água Verde, Rau, Tifa Martins, Chico de Paulo, Tifa Monos, Nereu Ramos, Ribeirão Cavalo, Braço do Ribeirão Cavalo, parte do Estrada Nova e parte do Três Rios do Sul. “Com o reservatório R6, dividimos esta grande região, que calculamos ter aproximadamente 40 mil habitantes. Assim, garantimos a continuidade do sistema de abastecimento de água pelas próximas décadas”, comenta ele, explicando que no Morro do Picolli existe um reservatório de 100 mil litros de água que já dava suporte para aquela região. “Agora, temos um com dois milhões de litros”, finaliza.

A construção do reservatório foi com recursos do BNDES, por meio do Ministério da Economia e próprios do Samae. O R6 foi instalado pela empresa TanksBR, vencedora da licitação aberta no fim de 2018, e possui 17 metros de diâmetro por pouco mais de nove metros de altura. O tanque é de aço vitrificado e oferece vantagens em relação às estruturas de concreto. Além de instalação mais rápida, o custo é menor e praticamente elimina a necessidade de manutenção, bem como reduz o impacto ambiental. O teto é do tipo domos geodésicos (estrutura composta por uma rede de polígonos que formam parte de uma esfera). A estrutura é leve, tem sua instalação mais rápida que no sistema convencional, gera menos resíduos e é mais resistente a ventos fortes. Outra vantagem é a inexistência de pilares de sustentação, deixando mais espaço livre em seu interior.

O NOVO SISTEMA DO PICOLLI

Aumentar a capacidade de reservação de água potável e reduzir as perdas é uma das metas da direção do Samae e, conforme Ademir Izidoro, o sistema do Morro do Picolli dará mais segurança no abastecimento aos moradores. “Instalamos aqui uma rede virgem, exclusivamente para levar água da ETA Central até o R6, e dele sai outra adutora para a distribuição da água nas residências, comércios e indústrias, semelhante ao de uma casa, onde a água vai primeiro ao reservatório para, depois, abastecer os pontos de água do imóvel”, explica, acrescentando que este sistema também reduzirá pressões na rede operacional, diminuindo os riscos de vazamentos.

A partir do reservatório, passando pela Rua Gustavo Barroso até a Rua Affonso Nicoluzzi, foi instalada uma rede dupla de 300 milímetros, numa extensão de 450 metros. Devido às obras de intervenção na Rua Gustavo Barroso e para facilitar o acesso das equipes ao novo reservatório, o Samae pavimentou esta via. Foram investidos mais de R$ 3,1 milhões, entre as obras do R6, rede de distribuição e pavimentação.

O Plano de Ampliação de Saneamento contempla ainda a instalação de cinco novos reservatórios, aumentando a capacidade de reservação para 26 milhões de litros de água potável. Um destes reservatórios é o novo R3, na Vila Baependi, fundos da KG Motos, onde será demolida uma estrutura de um milhão de litros e erguido um novo reservatório para quatro milhões. Além disso, oito tanques de 100 mil litros reforçarão o abastecimento de água em quatro regiões do município onde estão sendo construídas as estações de recalque de água tratada (Rio Molha, Ilha da Figueira, São Luís e Chico de Paulo), todos com obras em andamento.

“Estamos investindo hoje para garantir o abastecimento de água amanhã”, reforça Izidoro.



2ª Via da sua fatura