Samae fará visitas domiciliares no Rio Molha e no Boa Vista

Moradores dos bairros Rio Molha e Boa Vista começam a receber a partir da próxima segunda-feira (9), visitas domiciliares de uma equipe do Samae de Jaraguá do Sul, com o objetivo de explicar as alterações nos sistemas de abastecimento de água destas regiões, em função das melhorias implementadas entre 2019 e 2020. Todos os clientes serão visitados e os profissionais estarão devidamente uniformizados e identificados.

Durante as abordagens, será feito ainda o recadastramento dos clientes do Samae, atualizando os dados cadastrais, mas, principalmente, os números de telefones, para que a autarquia possa enviar mensagens sobre eventuais obras, intervenções, fechamentos de redes e falta de água, entre outros assuntos de interesse dos clientes.

O Rio Molha será o primeiro a ser visitado, a partir da tarde do dia 9, já que o novo sistema de abastecimento já foi entregue à comunidade, no último dia 23 de fevereiro. No caso do Boa Vista, as visitas devem começar após ser concluído o trabalho no Rio Molha, onde o Samae possui 1.189 clientes. No Boa Vista, onde o Samae está implantando sistema de abastecimento de água semelhante ao do Rio Molha, são 439 residências que devem ser visitadas com a mesma finalidade.

O presidente do Samae, Ademir Izidoro, lembra que no caso de o morador não estar em casa, a equipe retorna outras duas vezes. Na terceira, se ainda não conseguir localizar o cliente, é deixado um material informativo e a orientação para, no caso de dúvidas, entrar em contato com o Samae, pelo telefone 2106-9100.

Nestes dois bairros, com abrangência ainda na Barra do Rio Molha e parte da Vila Nova, o Samae está implantando redes e reservatórios, permitindo que os moradores recebam água tratada das estações de tratamento Central e do Garibaldi. Assim, a autarquia tem a possibilidade de desativar os chamados sistemas independentes, onde acontece a captação de água de ribeirões, o tratamento simples e a distribuição por meio das redes existentes. Com o novo sistema, o Rio Molha, por exemplo, passa a ser abastecimento pela Estação de Tratamento de Água do Garibaldi (ETA Sul). A água chega até uma estação de recalque nos fundos do Parque Municipal de Eventos, de lá é bombeada para o reservatório intermediário, localizado na RI-069, e por fim, chega ao reservatório do Sistema Independente, na Rua Pedro Chiodini. Depois disso, a água é distribuída. “Então, não teremos mais problemas de falta de água por causa da turbidez da água da chuva ou pela falta de água na estiagem”, diz o presidente.

No Boa Vista, em breve, o novo sistema estará concluído, sendo que a água que chegará às torneiras das residências sairá da ETA Central (Bairro Água Verde) e seguirá pela nova adutora implantada a partir da Vila Lalau até a estação de recalque construída na Rua Rinaldo Bogo. De lá, será bombeada para os reservatórios intermediário e do atual sistema independente, para, depois, ir pelas redes de distribuição até as moradias dos clientes. 



2ª Via da sua fatura