O Samae

Conheça mais sobre nossa história e motivação de negócio!

Nossa Estrutura

Com um planejamento que acompanha o crescimento populacional do município, o Samae atende a 99,8% da população com redes de distribuição de água, que somam 930 quilômetros, para atender 69137 unidades consumidoras.

O Sistema de Abastecimento de Água conta com duas Estações de Tratamento de Água (ETA). A principal está situada no bairro Água Verde e atende 81% da demanda de água, com capacidade de 1.000 litros por segundo (l/s). A segunda estação está situada na localidade de Garibaldi, com capacidade para 160 litros por segundo, atendendo 19% da demanda.

Na reservação o sistema de abastecimento possui 39 reservatórios, totalizando 24,6 milhões de litros de água potável. Além disso, para garantir o abastecimento em locais mais altos ou afastados, há 72 unidades de pressurização, chamados de boosters e Estações de Recalque de Água Tratada (ERAT’s), assegurando o abastecimento a todos os bairros de Jaraguá do Sul.

O sistema de abastecimento de água é 100% micromedido, onde todas as ligações de água possuem medição por hidrômetros velocimétricos ou ultrassônicos, que registra de forma eficiente a quantidade de água que cada cliente consome.

Com o objetivo de promover a redução do consumo, a cobrança da água em Jaraguá do Sul é proporcional a cada metro cúbico de água consumido. Desta forma, existe mais justiça social através de uma cobrança que visa a sustentabilidade do sistema, através de uma tarifa básica operacional (TBO), porém com enfoque ambiental, promovendo o consumo consciente.

No ano de 2019, a ETA Central inaugurou o sistema de geração de energia solar em sua cobertura, com mais de mil placas fotovoltaicas, tornando-se a primeira obra pública de Jaraguá do Sul a gerar a sua própria energia elétrica. Com investimento de R$ 1,1 milhão, as placas fotovoltaicas estão gerando energia solar suficiente para os equipamentos da Estação de Tratamento de Água (ETA) Central. A economia mensal é, em média, de R$ 260 mil, valor equivalente a fatura mensal de energia elétrica da unidade.

A ETA é autossuficiente ao gerar toda a energia que é consumida para a captação e tratamento da água que distribui aos jaraguaenses. Outro item importante do Programa de Eficiência Energética do Samae, são os motores WEG da linha W22 Magnet Ultra Premium, instalados na unidade. Com este sistema motriz, a curva de torque característica dos sistemas de bombeamento se comporta de forma parabólica, ou seja, pequenas reduções na frequência do motor elétrico proporcionam grandes reduções no consumo de energia elétrica, que podem chegar a 70%. O Samae foi a primeira empresa de saneamento “no mundo” a utilizar este tipo de tecnologia, segundo o próprio fabricante.

ESGOTO SANITÁRIO

O Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) apresenta mais de 636 quilômetros de redes coletoras de esgoto e 117 unidades de bombeamento, espalhadas pelo município, que direcionam os resíduos até as quatro Estações de Tratamento de Esgoto, onde ocorre a depuração dos efluentes de 55036 unidades consumidoras. A fase líquida é devolvida aos rios e a fase sólida é prensada e encaminhada para aterro industrial. Com toda essa estrutura, Jaraguá do Sul possui 91% de cobertura da área urbana, com coleta, afastamento e tratamento de esgoto sanitário.

No primeiro semestre de 2020, com a ampliação da rede coletora de esgoto nos bairros Jaraguá 84 e Jaraguá 99, a cobertura de esgoto sanitário atingiu 90% da área urbana, em 2021 o percentual chegou a 91%.

Com o tratamento de esgoto o Samae retira mensalmente 468,5 toneladas de lodo que é prensado e enviado para o aterro sanitário em Joinville. Em um ano são 5623,3 mil toneladas de material que deixa de ir para o rio.

RESÍDUOS SÓLIDOS

Em Janeiro de 2018 o SAMAE assumiu também a gestão da coleta e manejo dos resíduos sólidos. Com isso, houve mudança na forma de cobrança deste serviço. O que antes era cobrado junto com o IPTU, passou a ser cobrado na fatura do SAMAE. A nova gestão possibilitou maior fiscalização da execução do contrato, melhoria na coleta de resíduos sólidos comuns e do reciclável, acompanhamento de todo o trajeto até a estação de transbordo e destinação ao aterro sanitário de Mafra.

Com a distribuição do Saco Verde, na proporção de 200 mil unidades a cada cinco semanas, a taxa de reciclagem no município varia de 26% a 30%, um dos maiores índice do Brasil. Em pesquisa recente 92% dos moradores disseram separar os materiais recicláveis em suas residências. E 11 cooperativas credenciadas atuam na coleta e separação dos resíduos sólidos, sendo que 120 famílias vivem diretamente dessa atividade. O Samae espera coletar mais de oito mil toneladas de material reciclável em 2021.

DRENAGEM PLUVIAL

A partir de março de 2020, o Samae assumiu a gestão da drenagem pluvial no município de Jaraguá do Sul. Com isso, se tornou uma das poucas autarquias do Brasil a ter em suas atribuições as quatro vertentes do saneamento básico: água, esgoto sanitário, resíduos e drenagem pluvial. Em 2021 foi firmado um convênio com a empresa que vai elaborar o Plano Diretor da Drenagem Urbana de Jaraguá do Sul e nesse mesmo ano iniciou o levantamento par identificar quantos quilômetros de rede de drenagem há no município e quais as condições dessas galerias.

A Contratada deverá apresentar, no âmbito dos serviços contratados, um programa de medidas de controles estruturais e não–estruturais com os seguintes objetivos básicos:

– Reduzir os prejuízos decorrentes das inundações;

– Melhorar as condições de saúde da população e do meio ambiente urbano, dentro de princípios econômicos, sociais e ambientais;

– Planejar os mecanismos de gestão urbana para o manejo sustentável das águas pluviais e da rede hidrográfica do município;

– Planejar a distribuição da água pluvial, com base na tendência de evolução da ocupação urbana;

– Ordenar a ocupação de áreas de risco de inundação através de regulamentação;

– Restituir parcialmente o ciclo hidrológico natural, reduzindo ou mitigando os impactos da urbanização;

– Formatar um programa de investimentos de curto, médio e longo prazo que, associado aos benefícios produzidos por esses investimentos, viabilize a obtenção de recursos para implantação das medidas propostas no plano.

CONHEÇA UM POUCO MAIS SOBRE O SAMAE

Espaço de Memória

Local que conta a história dos mais de 50 anos do saneamento básico de Jaraguá do Sul. Aberto para visitação, mediante agendamento.